Hipertrofia muscular e alimentos

Hipertrofia muscular e alimentos

A hipertrofia muscular exige treinos intensos e disciplinados para quem deseja resultados satisfatórios. No entanto, tão importante quanto os exercícios, a alimentação também é fundamental quando o que se espera é ganho de massa muscular em larga escala, para isso é essencial uso de suplementos como somatodrol.

Uma alimentação desregrada e incoerente pode resultar em catabolismo, que é a perda de medidas por energia gasta do músculo. Outro erro é o exagero de suplementos na alimentação, que também pode resultar em danos para a saúde, como problemas renais ou ainda armazenamento excessivo de gordura.

Treino de Hipertrofia Muscular e Alimentação

A hipertrofia muscular propicia o aumento dos músculos, porém exige uma alimentação totalmente adequada à rotina pesada de exercícios. O treino de hipertrofia muscular exige um treino árduo e disciplinado que traz resultados apenas depois de um período da prática.

No entanto, a alimentação pode ser uma intensificadora dos resultados, isso porque alguns componentes são mais gastos durante o treino e são exatamente estes que precisam ser repostos. Para começar, durante os treinos de resistência, os principais gastos são de proteína.

Já quando o corpo descansa, ele será recuperado e deve aumentar o volume das fibras musculares, esse aumento pode ser crônico ou temporário.

A hipertrofia muscular exige alimentos que potencializem as fibras musculares gastas, para que haja aumento de volume.Antes de iniciar os treinos, recomenda-se uma alimentação rica em alimentos que possam manter os gastos de energia, de acordo com o treino realizado.

Além disso, depois do período de adequação é possível também inserir o uso de suplementos antes dos treinos. Entre os mais usados estão termogênicos, NO2, ácidos graxos essenciais, BCAA e guaraná. Quem treina durante a tarde ou à noite precisa se alimentar de carboidratos para não queimar proteínas no treino.

O treino de hipertrofia muscular pode ser suplementado durante as atividades com isotônicos que possuam cloreto, potássio, sódio e carboidratos em sua composição. Após o treino, as refeições rápidas são bem-vindas. Por isso, consuma um grama de carboidrato equivalente a cada quilo.

Hipertrofia muscular e alimentos

Entre os principais alimentos que devem ser mantidos durante os treinos de hipertrofia muscular estão o peixe, que é rico em ômega 3 e vitamina D. Essas substâncias contribuem para construir os músculos e reduzem a gordura do corpo.

Outro alimento essencial é o peito de frango, que contribui com o ganho de massa muscular, aliado ao uso de Hiperbody você vai aumentar em até 300% seu ganho de masa magra.

A batata doce também é essencial na alimentação de quem treina hipertrofia muscular, pois ela é responsável por uma alta taxa de carboidratos que ajuda a ganhar peso e reconstruir músculos, além de outros benefícios, como o baixo índice de glicemia e a quantidade de força que ela proporciona.

A clara do ovo também é importante na alimentação de quem pratica hipertrofia muscular, pois possui muita proteína. Além desses alimentos, a carne vermelha magra possui aminoácidos, proteínas, minerais, minerais, vitaminas, zinco e ferro. E, por último, o leite, que é um composto de vitaminas, cálcio e proteínas.

Quanto à alimentação das atletas de hipertrofia muscular, um dos alimentos essenciais é o ômega 3, que é rico em nutrientes e não possui gorduras.

Deixe um comentário